foto

Tempos Modernos - Circunstâncias

Claudinho e Buchecha

Hoje o tempo voa, amor
Escorre pelas mãos
Mesmo sem sentir
E não há tempo que volte, amor
Vamos viver tudo o que há pra viver
Vamos nos divertir...

Eu vejo a vida melhor no futuro
Eu vejo isso por cima do muro
De hipocrisia
Que insiste em nos rodear
Eu vejo a vida mais clara e farta
Repleta de toda satisfação
Que se tem direito
Do firmamento ao chão...

Eu quero crer no amor numa boa
Que isto valha pra qualquer pessoa
Que realizar a força que tem uma paixão...

Eu vejo um novo começo de era
De gente fina, elegante e sincera
Com habilidade
Pra dizer mais sim que não...

Hoje o tempo voa, amor
Escorre pelas mãos
Mesmo sem se sentir
E não há tempo que volte amor
Vamos viver tudo que há pra viver
Vamos nos permitir
Pois não há tempo que volte amor
Vamos viver tudo que há pra viver
Vamos nos permitir...

Ressurgiu, reacendeu pra mim sua imagem
Descobriu que ainda penso assim
Não é bobagem
Usufruir das circunstâncias no amor
Você me faz perder o medo
Então vou
Vou me dar ao calor
Me entregar com fervor
Amor, star, amor
E só chamar que eu vou.
publicidade