foto

De Passagem

Cláudia Leitte

Eu tô distante de toda negatividade
Já que tamo de passagem eu vou
Pra longe de quem não é

Pequena nessa dimensão
Mas sem medo da correnteza
Posso ser sereia, aprendi desde cedo a não cair na rede, a ir na contramão

A vida é uma contradição
Só sei, tenho a certeza, que a incerteza
Do amanhã me faz agradecer toda manhã, ê, ê

Só quero amor, minha família, meu Salvador
Sinto o sol no farol, carnaval, vou que vou
Um abraço como brasa quente
Aconchegante, paz de Jah na mente

Eu tô distante de toda negatividade
Já que tamo de passagem eu vou
Pra longe de quem não é de verdade
Atrás da minha felicidade
Pra perto de onde bate a vibe, eu vou
Não abro mão da minha liberdade

Deixa o sol bater, deixa iluminar
Vai resplandecer, deixa a luz entrar
O seu renascer no seu bem-estar
Vai acontecer, pode acreditar
Deixa o sol bater, deixa iluminar
Vai resplandecer, deixa a luz entrar
O seu renascer no seu bem-estar
Vai acontecer, pode acreditar

Só quero amor, minha família, meu Salvador
Sinto o sol no farol, carnaval, vou que vou
Um abraço como brasa quente
Aconchegante, paz de Jah na mente

Eu tô distante de toda negatividade
Já que tamo de passagem eu vou
Pra longe de quem não é de verdade
Atrás da minha felicidade
Pra perto de onde bate a vibe, eu vou
Não abro mão da minha liberdade

Deixa o sol bater, deixa iluminar
Vai resplandecer, deixa a luz entrar
O seu renascer no seu bem-estar
Vai acontecer, pode acreditar
Deixa o sol bater, deixa iluminar
Vai resplandecer, deixa a luz entrar
O seu renascer no seu bem-estar
Vai acontecer, pode acreditar
publicidade
publicidade