foto

Viola e Cantador

Chico Rey e Paraná

Senti uma dor no peito,
suspirei pra não chorar,
mais uma lágrima veio
de novo no meu olhar.

Passei a mão na viola,
e cantei pra solidão,
fiz um verso pra saudade,
um dueto de paixão.

Aiai,
pontiei magoa e dor,
chorei chorou,
viola e cantador.

Aiai,
pontiei magoa e dor,
chorei chorou,
viola e cantador.

Olhos negros meu encanto,
não me maltrates assim,
razão de todo o meu pranto
porque judias de mim.

Vou te mandando um bilhete
nas asas de um beija-flor,
que meus lábios morrem de sede
pra beber do seu amor
publicidade
publicidade