Chico César

Autopistas (Ao Vivo)

Chico César

Canto tanto Rio Tinto quanto Mamanguape
Enquanto o cano de escape escapole na BR
As autopistas que deixo pelo caminho
São para aqui, meu benzinho, se quiser me achar não erre

Em Cabedelo uma menina perguntou
de onde venho e se eu sei pra onde vou
Eu disse a ela: tanto faz, Café do Vento
o lugar e o momento é um sentimento quando estou

Me leva contigo, amigo, eu te digo, ela disse
Eu disse: olha quem te leva são suas asas
As nossas casas são de sonho e de sereno
o amor é um doce veneno que deixa as almas em brasa

E ela sorriu pra mim, e então disse assim
Já vou, e foi, antes que eu contasse o fim

E ela sorriu pra mim, e então disse assim
Já vou, e foi, antes que eu contasse o fim

Canto tanto Rio Tinto quanto Mamanguape
Enquanto o cano de escape escapole na BR
As autopistas que deixo pelo caminho
São para aqui, meu benzinho, se quiser me achar não erre

Em Cabedelo uma menina perguntou
de onde venho e se eu sei pra onde vou
Eu disse a ela: tanto faz, Café do Vento
o lugar e o momento é um sentimento quando estou

Me leva contigo, amigo, eu te digo, ela disse
Eu disse: olha quem te leva são suas asas
As nossas casas são de sonho e de sereno
o amor é um doce veneno que deixa as almas em brasa

E ela sorriu pra mim, e então disse assim
Já vou, e foi, antes que eu contasse o fim

E ela sorriu pra mim, e então disse assim
Já vou, e foi, antes que eu contasse o fim
publicidade