Chico César

Atravessa-Me

Chico César

Ela atravessa a cidade, ela vem pela orla
Ela é tão bela e determinada
Que os prédios se debrussam pra olhar

Chega o asfalta se levanta sobre os pés
Pra dança com ela e fazê-la dança
Os jetos alísios alisam sua saia bonita
la laia laia laia laia

Ela vem ouvindo musica,
Sem saber que aqui estou
Cantando uma musica nova,
Louvando o que se deve louvar

O amor de sonho do homem bem acordado
Poesia e prosa tudo tão agonizado
Cheiro de banho no cabelo ainda molhado

Ela atravessa a cidade
Para me fazer cidadão
Que tem até o direito
De deitar do lado esquerdo da cama

Sem estar adoentado
Só esperando por ela
Para ser atravessado
De um amor tão pedestre
E ao mesmo tempo avoado

Atravessa-me amor
Leva-me pra onde for
Do outro lado do estado
Ou longe no estrangeiro

Quando acaba o dinheiro
Vamos pedir emprestado
Ou cantar bossa no metrô
Tipo samba requentado

Atravessa-me amor
Que eu estou assim, assado

publicidade