Cezar e Paulinho

Prazer e Suor

Cezar e Paulinho

Prazer e suor se misturam no amor
No doce cansaço de um lindo final,
Ficamos molhados dos pés à cabeça
Na febre que dá o calor sensual.

Seus fios de cabelo se enroscam em meus lábios,
Cabelos que saem com mordidas e beijos.
Cabeças que pensam um só pensamento,
Dois corpos na entrega total de um momento,
Momento sublime de eterno desejo.

Prazer e suor me dão
Maior sensação porque
Nesse amor eu sinto
Que sou parte de você.

O amor quando é frio não tem graça nenhuma.
O nosso é tão quente me deixa feliz.
Mãos que procuram contatos no outro
A boca querendo dizer e não diz

Ao passar a fase da alucinação
É que percebemos a desordem total,
Da cama macia num branco lençol
Dois corpos entregues ao prazer e suor,
Felizes despertam pra vida real.

Prazer e suor me dão
Maior sensação porque
Nesse amor eu sinto
Que sou parte de você.

publicidade