Cezar e Paulinho

Papelzinho De Bala

Cezar e Paulinho

Guardo comigo pequeninas lembranças
Que conservam esperança de um dia ter você outra vez
Um pequenino papel de uma bala de mel
O sinal de um pedido que você me faz

Que beijo alucinante
Que momento marcante, não consigo esquecer
Um papelzinho e outras tantas pequeninas lembranças
Me consolam por não ter você

Não me maltrate amor, não faça isso não
Está me deixando louco e matando aos poucos o meu coração
Se você esqueceu quanto te feliz
Os momentos de amor, de ternura e calor, eu não esqueci

Que beijo alucinante
Que momento marcante, não consigo esquecer
Um papelzinho e outras tantas pequeninas lembranças
Me consolam por não ter você

Não me maltrate amor, não faça isso não
Está me deixando louco e matando aos poucos o meu coração
Se você esqueceu quanto te feliz
Não me maltrate amor!
publicidade