Cezar e Paulinho

Navalha Na Carne (Ao Vivo)

Cezar e Paulinho

É muita navalha na minha carne, é muita espada pra me furar...
Muitas lambada nas minhas costas é muita gente pra me surrar...
É muita pedra no meu caminho, é muito espinho pra eu pisar...

É muita paixão e muito desprezo...
Não há coração que possa aguentar...

É muito calo na minha mão, é muita enxada pra eu puxar...
É muita fera me atacando é muita cobra pra me picar...
É muito bicho de paletó estão de tocaia pra me pegar...

A maldade é grande Deus é maior...
Abre caminho pra eu passar...

É muita serra pra eu subir, é muita água pra me afogar...
Muito martelo pra me bater, muito serrote pra me serrar...
É muita luta pra eu sozinho é muita conta pra eu pagar...

É muito zape em cima de um az...
Mas a terra treme quando eu trucar...

É muita salmoura pra eu beber é muita fogueira pra me queimar...
É muita arma me apontando é uma grande guerra pra me matar...
É muita corda no meu pescoço...é muita gente pra me enforcar...

Por aí tem gente que quer meu tombo...
Mas Deus é grande e não vai deixar...

publicidade