Cezar e Paulinho

Mulher Fingida

Cezar e Paulinho

Já cansei de te amar
Eu já cansei de esperar
De ti só recebi cruel desilusão
Já não creio em juramento
Nem em falso sentimento
De mulher sem coração

Mulher fingida
O teu dia vai chegar
O teu coração de pedra
Também um dia vai amar

E na balança
Quando pesar o teu desprezo
Tudo o quanto me fizeste
Receberás no mesmo peso

Mulher fingida
O teu dia vai chegar
Até implorar perdão
Mas eu não vou lhe perdoar
publicidade