Cezar e Paulinho

Feito Navalha

Cezar e Paulinho

Essa saudade que machuca, dói.
Essa saudade que machuca, tá doendo.
O tempo inteiro só penso em nós dois,
Não acredito que você tá me esquecendo.

Essa saudade que machuca, dói.
Essa saudade que machuca, tá doendo.
O tempo inteiro só penso em nós dois,
Não acredito que você tá me esquecendo.

Corta feito navalha,
Aqui dentro do peito.
Machuca o coração,
É fogo de paixão,
É dor que não tem jeito.

Tá me tirando o sono,
Tá sendo meu castigo,
Aqui nesse abandono,
O meu maior desejo
É estar contigo.
Porque você não larga
Desse orgulho bobo,
E vem ficar comigo.

Essa saudade que machuca, dói.
Essa saudade que machuca, tá doendo.
O tempo inteiro só penso em nós dois,
Não acredito que você tá me esquecendo.

Essa saudade que machuca, dói.
Essa saudade que machuca, tá doendo.
O tempo inteiro só penso em nós dois,
Não acredito que você tá me esquecendo.

Corta feito navalha,
Aqui dentro do peito.
Machuca o coração,
É fogo de paixão,
É dor que não tem jeito.

Tá me tirando o sono,
Tá sendo meu castigo,
Aqui nesse abandono,
O meu maior desejo
É estar contigo.
Porque você não larga
Desse orgulho bobo,
E vem ficar comigo.

Essa saudade que machuca, dói.
Essa saudade que machuca, tá doendo.
O tempo inteiro só penso em nós dois,
Não acredito que você tá me esquecendo.

Essa saudade que machuca, dói.
Essa saudade que machuca, tá doendo.
O tempo inteiro só penso em nós dois,
Não acredito que você tá me esquecendo.
publicidade