Cezar e Paulinho

Dona Do Meu Mundo

Cezar e Paulinho

Porque eu tenho sempre
Que pedir?
Porque eu tenho sempre
Que aceitar?

Toda vez que eu peço um carinho,
Você sempre dá um jeitinho
De fugir e me deixar.

Porque eu tenho sempre que aceitar,
Tanta indiferença em seu olhar?
Você quer que eu seja do seu jeito,
Eu digo não,eu não aceito,
Mas não deixo de te amar.

Eu quis fugir dessa paixão,
Desse encanto,
Desse amor que eu quero tanto
E não sei como evitar.

E ainda vem você e diz
Que eu tenho tudo,
Mas a dona do meu mundo
É você e ninguém mais.

Eu quis fugir dessa paixão,
Desse encanto,
Desse amor que eu quero tanto
E não sei como evitar.

E ainda vem você e diz
Que eu tenho tudo,
Mas a dona do meu mundo
É você e ninguém mais.

Porque eu tenho sempre que aceitar,
Tanta indiferença em seu olhar?
Você quer que eu seja do seu jeito,
Eu digo não,eu não aceito,
Mas não deixo de te amar.

Eu quis fugir dessa paixão,
Desse encanto,
Desse amor que eu quero tanto
E não sei como evitar.

E ainda vem você e diz
Que eu tenho tudo,
Mas a dona do meu mundo
É você e ninguém mais.

Eu quis fugir dessa paixão,
Desse encanto,
Desse amor que eu quero tanto
E não sei como evitar.

E ainda vem você e diz
Que eu tenho tudo,
Mas a dona do meu mundo
É você e ninguém mais.

publicidade