Cezar e Paulinho

Amor De Verdade

Cezar e Paulinho

Quando eu te encontrei naquele dia,
Parecia até que a gente já se conhecia
Força estranha eu senti naquele instante
O meu corpo estremeceu...

No momento em que toquei a sua mão
Bateu forte e descompassado o coração
Ali, então senti um grande amor acontecer...

Em tudo o que eu olho eu só vejo o seu olhar
Seu cheiro, seu perfume envolvente
Está no ar, sinto o seu beijo
Ardendo, docemente me embriagar...

Detalhes desse amor, estão em mim
Não dá pra esconder que estou tão feliz assim
Coração apaixonado, sem dúvida, como é bom amar...

Ah esse amor é ternura, desejo e paixão
Amor que domina a alma e o meu coração
Deus esse amor é eterno é felicidade
Ai, ai, ai, ai, ai, ai...esse amor
É amor de verdade...
publicidade