Recuerdo sabe do tempo...
Do meu sombrero maniado
E o trotesito largo
procurando o teu amor

Recuerdo sabe do tempo,
do meu ponchito listrado
Voando na polvadeira
de um corredor...

Recuerdo adoça esta vida,
que amarga se fez ausência
De um passado que é distancia
gemendo em guitarrador

Recuerdo me trás de volta
todo o sabor da querência
Erguido na polvadeira
de um corredor...

Recuerdo guarda saudade
de um tempo que hoje é ausência
E troteia na distancia
de uma vida que passou ...

Recuerdo procura volta
pra quem viveu a querência
na curva de um caminho
e não voltou;

Recuerdo sabe do tempo
de um rodeio bem parado
em que um respeito trançado
volteava os refulgador...

Recuerdo sabe do tempo
das cruz de um baio encerado
num trotezito ladeado
pra minha flor,

Recuerdo adoça esta vida
que amarga se fez ausência
de um passado que é distancia
gemendo em guitarrador ...

Recuerdo me trás de volta
o sabor da querência
perdido na polvadeira
de um corredor

Recuerdo guarda saudade
de um tempo que hoje é ausência
e troteia na distancia
de uma vida que passou

Recuerdo procura a volta
pra quem perdeu a querência
na curva de algum caminho
e não voltou...

publicidade
publicidade