foto

Noite (Ao Vivo)

Cesar Menotti e Fabiano

Quando a noite vem, pensando em alguém
Sigo o meu caminho
Vou caminhando em vão
Cruzo a multidão mas, estou sozinho

A lembrança sempre me alcança
Aumentando o meu sofrer
O pranto molha o meu rosto
Naufragado num desgosto sinto a vida escurecer

Noite, porque que a noite
A dor da saudade é mais forte
Noite, sua escuridão em meu coração
Presumisse a morte

Noite, seu silêncio e seu frio
Aumentam o vazio por ela deixado
Noite, a paixão que persiste
Me deixa tão triste sem ela ao meu lado
publicidade