Pode arrumar suas malas aqui você não fica mais
Não agüento ser pisado nem muito menos passado pra trás
Todo dia se apronta diz que vai ver os parentes
E quando chega de volta o seu perfume está diferente.

Pedi alguém pra te seguir
Só fez aumentar minha dor
Viu você numa casa de encontro, bandida,
Doidinha pra fazer amor

O que está te faltando gostaria de saber
Lhe dei tudo que deseja, eu nunca te fiz sofrer;
Foi a dona dos meus carinhos e sempre me fez de bobo
E quando pedia dinheiro, bandida eu sempre te dei o dobro.

Parece ficar surpreendida vai ter que deixar a morada
Vou te dar algumas horas seja breve não fique parada
Leve toso os seus pertences não deixa nada pra trás
Eu amei e fui traído por isso não te quero ver nunca mais.

Aquele alguém que te seguiu
Me disse onde você entrou
Em um bonito apartamento, bandida
Gritando e gemendo de dor.
publicidade