foto

Aquarela

Carla Cristina

O luar brilhou, magnetizou
Conectou meu sonho ao sonho dele
Eu pude voar de prazer
Subir ao céu e um pouco mais...

Meu lápis de cor, já te desenhou
Claro como o sol, dourando a pele
É uma viva arte, poesia...

Mas nem que o tempo mude
E o meu barco afunde
Vou deixar de flutuar com você...

O vento em seu cabelo
Derreteu meu gelo
Fez o que era noite, amanhecer...

Tudo clariou,
Sua luz iluminou minha janela
Me fez voar de vez, voar de vez
Num sonho de cor aquarela...
publicidade