Caetano Veloso

Ó Paí Ó (part. Jauperi)

Caetano Veloso

Olha o sol como se põe e cobre de cobre o mar
Ó frevo que se compõe
Ó pá lá ó pá qui ó pro meu olho ó pai eu te olhando no olhar
Em cara cara da vida o sangue sobre a avenida ijexá,
Milhões e cada um é um, milhões e cada um só,
Milhões e cada um é um, milhões e cada um só,
Milhões e cada um é um, milhões e cada um só,
Milhões e cada um é um, milhões e cada um só
Ó pai ó, ó pa ê, Ó pai ó, ó pa ê
Ó pai ó, ó pa ê, Ó pai ó, ó pa ê
Ó pai ó, ó pa ê, Ó pai ó, ó pa ê
Ó pai ó, ó pa ê, Ó pai ó!
Olha o sol como se põe e cobre de cobre uma oí frevo que se compõe
Ó pá lá ó pá qui ó pro meu olho ó pai eu te olhando no olhar
Em cara cara da vida o sangue sobre a avenida ijexá,
Milhões e cada um é um, milhões e cada um só,
Milhões e cada um é um, milhões e cada um só,
Milhões e cada um é um, milhões e cada um só,
Milhões e cada um é um, milhões e cada um só
Ó pai ó, ó pa ê, Ó pai ó, ó pa ê
Ó pai ó, ó pa ê, Ó pai ó, ó pa ê
Ó pai ó, ó pa ê, Ó pai ó, ó pa ê
Ó pai ó, ó pa ê, Ó pai ó!
Do jeito do Ilê o frevo no camarote oí pra cobra dando
Ó bote cordeiro de Oxumaré oí homem cedo mulher
Óí pra igreja universal do guerrilheiro muzenza ohhh,
Óí que quenga
Oí deusa veio do rio, saiu da televisão ó pro poder do negão
Ó pra fila da PM ó pros meninos sem casa
Ó pros rapazes sem rua
Ó pra modéstia da lua perdida atrás do farol
Ó que dó
Ó pai ó, ó pa ê, Ó pai ó, ó pa ê
Ó pai ó, ó pa ê, Ó pai ó, ó pa ê
Ó pai ó, ó pa ê, Ó pai ó, ó pa ê
Ó pai ó, ó pa ê, Ó pai ó!
(2x)
publicidade