É Proibido Proibir

Caetano Veloso

A mãe da virgem diz que não
E o anúncio da televisão
E estava escrito no portão
E o maestro ergueu o dedo
E além da porta
Há o porteiro, sim...

E eu digo não
E eu digo não ao não
Eu digo: É!
Proibido proibir
É proibido proibir
É proibido proibir
É proibido proibir...

Me dê um beijo meu amor
Eles estão nos esperando
Os automóveis ardem em chamas
Derrubar as prateleiras
As estantes, as estátuas
As vidraças, louças
Livros, sim...

E eu digo sim
E eu digo não ao não
E eu digo: É!
Proibido proibir
É proibido proibir
É proibido proibir
É proibido proibir
É proibido proibir...

Me dê um beijo meu amor
Eles estão nos esperando
Os automóveis ardem em chamas
Derrubar as prateleiras
As estátuas, as estantes
As vidraças, louças
Livros, sim...

E eu digo sim
E eu digo não ao não
E eu digo: É!
Proibido proibir
É proibido proibir
É proibido proibir
É proibido proibir
É proibido proibir...


Envie essa música para um amigo

Album: A Arte de Caetano Veloso (1977)
Gravadora:
Ano: 1977
Faixa: 6
  • publicidade
  • Top Músicas
  • 01 Podres Poderes
  • 02 Qualquer Coisa
  • 03 Eu Sei Que Vou Te Amar
  • 04 Alegria, Alegria
  • 05 Asa Branca
  • 06 Chuvas De Verão
  • 07 Passaro Proibido
  • 08 Magrelinha
  • 09 Meu Bem, Meu Mal
  • 10 Elegia