Perdão, Pela Minha Vida Louca (part. MP)

Bonde da Stronda

Nem se o tempo fechar, eu vou abandonar
Então peço perdão, pela minha vida louca

Perdão, nunca foquei na coisa certa
Correta pra mim era incerta
Sossega, dom de rimar não se nega
Eu lembro até de estudar,
tentar ir proutro caminho
Mas é minha vida, neguinho
por ela eu vivo sozinho

Viver disso hoje em dia é díficil, é complicado
O talento fica de lado, artistas manipulados
Corro com os melhores, às vezes minha mente esgota
Vivo a cada dia, percorro a mesma rota

Acham que eu sou idiota, às vezes falam acorda!
Mas quando vão no meu show, olham de outra forma
São anos nessa estrada tramando uma direção
Vários anos de evolução, muita fé e superação

Nem se o tempo fechar, eu vou abandonar
Então peço perdão, pela minha vida louca

Nem se o tempo fechar, eu vou abandonar
Então peço perdão, pela minha vida louca

Fugi pro deserto pra olhar a vida de longe
E vi muito perto o mal que anseia o homem
Já vi minha mãe orar por cada batalha minha
Com Deus já fui falar, com ele escrevi essa linha.

Dizia:
__ Terás o que quer, se persistir
O mal só possuirá, aquele que não resistir
Subi feito um foguete rasgando essa imensidão
E calei cada boca que pra mim já disse não.

Noção nessa jornada, só quem me viu no passado
Alguns parceiro separado, nem sempre podem tá do meu lado
O traço firme escrita, meu espiríto tá forte
Família tá na vida, e ao bom Deus, só peço sorte!

Nem se o tempo fechar, eu vou abandonar
Então peço perdão, pela minha vida louca

Nem se o tempo fechar, eu vou abandonar
Então peço perdão, pela minha vida louca

Você não sabe o que passei e ainda passo
No mundo de sonho escasso
É flecha, é fita em cada passo
Espaço que Deus me deu
Foram contra minhas escolhas
De contar minha vida em folhas
Mas meus dedos deram bolhas,
escrevendo o mundo é meu
Eu tive que provar para os meus pais
que o filho deles é capaz,
tinha seus próprios ideais,
tive que seguir sem olhar pra trás
Falaram demais, minha vida foi um dilema
Mas vivi e tô aqui pra dizer que valeu a pena e ainda vale
Não sou o MP que tu sonhou
Mas é (?) o sonho é que se realizou
Cadê os muleque que disseram que eu nunca ia conseguir?
__ Shiiiiiiiii
Eu não falei que o Brasil todo ia ouvir, hein?

Viver sem saber, o que meu futuro quer
Melhor do que viver fazendo o que eu não quiser.

Nem se o tempo fechar, eu vou abandonar,
(Nem se o tempo fechar, Nem se o tempo fechar)
Então peço perdão, pela minha vida louca
(perdão, pela minha vida louca)

Nem se o tempo fechar, eu vou abandonar
Então peço perdão, pela minha vida louca





Sorte é o que eu preciso, e criatividade
Independencia musical, você vive nessa metade
As vezes ta muito bom, as vezes você tá ferrado
Mas vivo pelo meu som, então muito obrigado!

Valeu por esse dom , por essa galera aqui
Minha vida gira em torno dos fiéis pra me ouvir
E é cada batalha forte , cada porta que se fecha
São poucos , são muito poucos , que as vezes me dão uma brecha

Viver sem saber , o que meu futuro quer
Melhor do que viver fazendo o que eu não quiser.


Album: Corporação (2012)
Gravadora: Galerão Records
Ano: 2012
Faixa: 3