Atitude 67

Parede

Atitude 67

Que manhã bonita de outono que abriu no seu sorriso quando ele me sorriu
Me fez perceber que águas de março abrem belos precedentes para um céu azul de abril
E hoje eu perguntei pra essa parede, por que ela fica tão parada enquanto você passa
Ela respondeu que a culpa não é dela a culpa é do excesso de cimento e de argamassa

E eu vou procurar
Aquilo tudo que me faz esquecer
Da sensação que sente sempre ao lembrar
Da emoção que sente quando me vê, só você sabe

Que manhã bonita de outono que abriu no seu sorriso quando ele me sorriu
Me fez perceber que águas de março abrem belos precedentes para um céu azul de abril
Ela fica muito chateada só por ser painel de quadro ou descanso para rede
Deus na próxima encarnação eu posso vir de qualquer coisa só não quero vir parede

E eu vou procurar
Aquilo tudo que me faz esquecer
Da sensação que sente sempre ao lembrar
Da emoção que sente quando me vê, só você sabe
publicidade