fotos de Amado Batista

Amado Batista

Romântico, Sertanejo

Amor A Soco E Pontapé

Amado Batista

Às vezes, pergunto a mim mesmo
Por que sou assim
Tenho sempre que amar alguém
Que não gosta de mim
Penso até que o mundo
Deus fez pra todos
Mas não fez pra mim
Se vou viver desta maneira
Minha vida inteira
Melhor não existir

E vou levando a minha vida
Até quando Deus quiser
Dizendo às vezes que o amor
Foi feito de qualquer jeito
A soco e pontapé

Eu gostaria de fazer
Uma canção para aquela
Que eu amo mais que
A minha vida e cantar pra ela
Mas sei que ela não me ama
E maltrata o meu coração
Me forçando dizer certas coisas
Sem pensar ao menos se é certo ou não
E vou levando a minha vida

Eu gostaria de ficar
Com ela um só instante
Queria convencê-la
Ao menos ser minha amante
Mas isso é impossível
Sem outro jeito eu tenho que aceitar,
Só não aceito essa dor no peito
Essa vontade louca de querer amar

Envie essa música para um amigo

Dinamite De Amor
Album: Dinamite De Amor
Gravadora: RCA Records Label
Ano: 1997
Faixa: 5
  • publicidade