fotos de Amado Batista

Amado Batista

Romântico, Sertanejo

A Rua em Que Você Morava

Amado Batista

Aquela rua não é mais a mesma rua
Ficou tão diferente desde que você mudou,
E aquela casa não é a mais a mesma casa,
Agora é tão triste sente falta de você.

E quando olho pra janela e não te vejo
Sinto falta e desejo do amor que eu perdi
Sua presença satisfaz e me fascina,
Você é a menina que nasceu só para mim.

Me lembro ainda do bilhete carinhoso
Que você me escreveu quando eu a conheci.
Você dizia que me amava e me adorava,
Dizia que queria ser a minha namorada.

Eu aceitei e contente então fiquei,
Pois você é diferente de muitas que conheci
Cabelos pretos dos lábios cor de rosa,
Você é uma rosa que nasceu no meu jardim.

Hoje eu me sento no murinho la da rua
Onde você passava toda hora pra me ver
Desconfiada e com medo dos seus pais,
Seus olhos me olhavam, mas fingiam não me ver.

E quando olho pra janela e não te vejo
Sinto falta e desejo do amor que eu perdi
Sua presença satisfaz e me fascina,
Você é a menina que nasceu só para mim.

E quando olho pra janela e não te vejo
Sinto falta e desejo do amor que eu perdi
Sua presença satisfaz e me fascina,
Você é a menina que nasceu só para mim.

E quando olho pra janela e não te vejo
Sinto falta e desejo do amor que eu perdi
Sua presença satisfaz e me fascina,
Você é a menina que nasceu só para mim.

E quando olho pra janela e não te vejo
Sinto falta e desejo do amor que eu perdi
Sua presença satisfaz e me fascina,
Você é a menina que nasceu só para mim.

Envie essa música para um amigo
  • publicidade