fotos de Altemar Dutra

Altemar Dutra

Bolero, MPB

Amor De Pobre

Altemar Dutra

Nada te prometo,
Porque nada tenho,
Quero que compreendas,
Não quero te enganar.

Eu nasci de pobres,
Assim quis o destino,
Mas também os pobres,
Tem o direito de amar,
Tua hás de querer-me,
Sem olhar os trapos,
Que cobrem o corpo,
De vaidade e sem valor,
Para proteger-te,
Dou a minha vida,
E para querer-te,
Dou meu coração.

Amor de pobre, ofereço-te querida,
Amor de pobre, que jamais te deixará,
Se te interessa esta proposta de carinho,
Decide agora, porque não suporto mais,
Amor de pobre, sem mentiras nem pecado,
É a mais pura intenção do coração,
Se te decides, a querer-me eu te juro,
Somente a ti, entregarei o meu amor.

Amor de pobre, sem mentiras nem pecado,
É a mais pura intenção do coração,
Se te decides, a querer-me eu te juro,
Somente a ti, entregarei o meu amor.
  • publicidade