foto

Seu Jofe

Almério

Seu Jofe acordou com o sol
Seu Jofe arrastou chinelo
E foi passar o café

Não quis acordar ninguém
E o milho no ralo
Amarelou manhãzinha

Já arrumou roçado
Pela cor do sol já sabe
Que hora é

Sapo cantou de tarde
Adivinhão de chuva
Calha aprumou
Pra encher tonel
Águas do céu

Jofe não tem água encanada
Mas pra ele não tem nada não
Tudo que tem lhe é sagrado
Foi mandado por nosso “sinhô”
Levanta as mão e agradece
Esse homem sempre esquece
Que é santo também
Plantou de tudo nessa vida
Se brincar ele enraíza, se tocar no chão
publicidade