Alcione

Sem Palavras (Ao Vivo)

Alcione

Vai meu samba más não fala nada
Vai calado pela madrugada
Espera a mulher destinada a ti aparecer
Na barra do amanhecer
No fundo do teu poder guardada

Se ela demorar tem paciência
Não te exautes que ninguém convence assim
Aprende comigo a ciência de emudecer

Palavra é pra não dizer
Promessa é pra não fazer
Silêncio é pra merecer, clemência(2x)

Vai meu samba sobe mansamente
Vai como estadarte transparente
Por sobre a cidade luzido em febril torpor
Se és meu embaixador
Disvela meu grande amor, ausente

Más se não valer tua constância
Caso o teu silêncio não me alcance enfim
Aprende a não dar importância ao teu criador
E apela ao teu cantor que jura com despudor
Em rimas cheias de ardor e ânsia
publicidade