Alcione

Sabiá Marron

Alcione

Céu feito palmeiral, flôr fundo de quintal
no pé de araçá, a sabiá, desceu , cantou
voôu, voltou
Vem sabiá marrom , não canta nesse tom
pode alguém gostar, do teu cantar
aí vão te engaiolar

voltieia disfarça a tua atenção
ponteia arranja um outro refrão
a toa e voa pra qualquer lugar
até primaverá

voltieia mais conta um caso banal
ponteia ou faça omo o pardal
se cala até que um dia num pomar
você possa outra vez cantar

Como eu cantei menestrel cantor
Não canta tanto amor
podem escutar o teu cantar
eu sei que vão querer te engaiola

Vai voa e vê se traz
o sol pra estes quintais
sabia sabiá, é bom me diz me diz
pra mi onde mora a paz

voltieia disfarça a tua atenção
pontieia arranja um outro refrão
a toa e voa pra qualquer lugar
até primaverá

volteia mais conta um caso banal
ponteia ou faça omo o pardal
se cala até que um dia num pomar
você possa outra vez cantar

Como eu cantei sabiá marrom
não canta nesse tom, pois se alguém achar
teu canto bom, sei lá sabiá marrom
sabiá marrom
sabiá marrom

publicidade