Alcione

Qualquer Dia Desses - Meu Vício É Você

Alcione

Qualquer dia desses
Que eu me surpreenda
de novo sem sono
Eu perco o juízo
e te telefono
E se for preciso
até vou aí

Qualquer dia desses
Não vou mais ficar
nessa cama de bruços
Chorando sozinha ,
abafando soluços
Lembrando das coisas
que eu nunca esqueci

Qualquer dia desses
Esqueço os conselhos
e jogo pesado
Querendo teu corpo
de novo ao meu lado
As leis do bom senso
vou desafiar

De nada adianta
tanto sofrimento
se a pura verdade
É que nesse momento
eu morro de saudade
Com tudo que o orgulho
não pode apagar

Se um dia eu sair ,
e quiser te encontrar
Não recuses por favor
Pode ser que das cinzas
renasça de novo
o fogo do nosso amor


Meu cigarro
É o perfume do mato
A bebida
É a água da fonte
Meu perfume
É a flor de laranja
Jogo apenas
O jogo do amor...

Eu não vou lhe dizer
Que não tenho defeitos
Mas com eles me arrumo
Me acerto, me ajeito
Meu problema é um segredo
Guardado no peito
Que se chama paixão...

Meu vício
É você!
Meu cigarro
É você!
Eu te bebo, eu te fumo
Meu erro maior
Eu aceito, eu assumo
Por mais que eu não queira
Eu só quero você...

Meu vício
É você!
Meu dadinho, meu jogo
De cartas marcadas
Essa droga de sonho
Não vai dar em nada
Fui rolando na vida
E parei em você...

Meu cigarro
É o perfume do mato
A bebida
É a água da fonte
Meu perfume
É a flor de laranja
Jogo apenas
O jogo do amor...

Eu não vou lhe dizer
Que não tenho defeitos
Mas com eles me arrumo
Me acerto, me ajeito
Meu problema é um segredo
Guardado no peito
Que se chama paixão...

Meu vício
É você!
Meu cigarro
É você!
Eu te bebo, eu te fumo
Meu erro maior
Eu aceito, eu assumo
Por mais que eu não queira
Eu só quero você

Meu vício
É você!
Meu dadinho, meu jogo
De cartas marcadas
Essa droga de sonho
Não vai dar em nada
Fui rolando na vida
E parei em você...
publicidade