foto

Pôr Do Sol

Alcione

Quantas vezes o mar já viu
Nossos olhos para chorar
Quantas vezes o mar pediu
Nossas bocas pra cantar...

Vou então ficar a olhar
Para o sol nesta nostalgia
Se depois das estrelas e luar
Nasce sempre um sol para o novo dia...

Vermelho o sol
Vai se deitar
Na linha que é
O horizonte
É vaga sempre arrebentar...

E a vida tão aqui defronte
Espera meu amor que é noite
A quianda vai me navegar
Com histórias bonitas
Para eu contar...

Porque acabaram os barcos
Com escravos nos porões da esperança
Se até mesmo esse pôr de sol
É riso de uma criança...

Não me fale mais em chorar
Se mesmo em cada pôr de sol
Vem a noite com uma melodia
E o mar da fantasia de me ver sonhar...

Vermelho o sol
Vai se deitar
Na linha que é
O horizonte
É vaga sempre arrebentar...

Não me fale mais em chorar
Se mesmo em cada pôr de sol
Vem a noite com uma melodia
E o mar da fantasia de me ver sonhar...
publicidade