Alcione

O Samba Sempre Foi Samba

Alcione

O samba sempre foi samba
desde a velha Praça Onze
Onde um Zumbi feito em bronze
hoje é um hino à igualdade

E pra falar a verdade,
o samba sempre foi fogo
Pois quando subiu o morro
em busca da liberdade
semeou pela cidade um montão de quilombos

E mesmo tomando tombo
o samba nunca foi fácil
nem nos botecos do Estácio
ou em qualquer outro canto

E o samba nunca foi santo
mesmo na igreja da Penha
Lá ele fez muita lenha
fez lambança e alaúza

O traje que o samba usa
é camisa de onze varas
e quando ele vestiu saia
foi pra esconder a navalha

O samba não tem duas caras
nem cara de tacho
e o samba não foge da raia
ele sempre foi macho

O samba
O samba sempre foi samba (Graças à Deus)
desde a velha Praça Onze (Oh, beleza!)
Onde um Zumbi feito em bronze
hoje é um hino à igualdade

O samba sempre foi samba
desde a velha Praça Onze
Onde um Zumbi feito em bronze
hoje é um hino à igualdade

E pra falar a verdade,
o samba sempre foi fogo
Pois quando subiu o morro
em busca da liberdade
semeou pela cidade um montão de quilombos

E mesmo tomando tombo
o samba nunca foi fácil
nem nos botecos do Estácio
ou em qualquer outro canto

E o samba nunca foi santo
mesmo na igreja da Penha
Lá ele fez muita lenha
fez lambança e alaúza

O traje que o samba usa
é camisa de onze varas
e quando ele vestiu saia
foi pra esconder a navalha

E o samba não tem duas caras
nem cara de tacho
que o samba não foge da raia
ele sempre foi macho

O samba sempre foi samba
O samba sempre foi samba
O samba é fogo!
publicidade