Tá Na Minha Hora (Ao vivo)

Adriana Calcanhotto

Te fiz uns sambas, neguinho, te dei carinho
Despi as suas fantasias devagarinho
Da sua onipotência tratei com jeitinho
E das chegadas de madrugada no sapatinho

Agora tá na minha hora
Eu vou passar uns tempos em mangueira
Não chora, neguinho, não chora
O meu coração é da estação primeira

Te deixo a geladeira cheia e sem promessa
Que findo o carnaval eu tô de volta
Não chora, neguinho, não chora
O meu coração é verde rosa
Não chora, neguinho, não chora
Tá na minha hora, tá na minha hora

Te fiz uns sambas, neguinho, te dei carinho
Despi as suas fantasias devagarinho
Da sua onipotência tratei com jeitinho
E das chegadas de madrugada no sapatinho

Agora tá na minha hora
Eu vou passar uns tempos em mangueira
Não chora, neguinho, não chora
O meu coração é da estação primeira

Te deixo a geladeira cheia e sem promessa
Que findo o carnaval eu tô de volta
Não chora, neguinho, não chora
O meu coração é verde rosa
Não chora, neguinho, não chora
Tá na minha hora, tá na minha hora
Não chora, neguinho, não chora
Tá na minha hora, tá na minha hora

Lalalaia, lalaia, laiala...

Te fiz uns sambas, neguinho, te dei carinho

Lalalaia, lalaia, laiala...

Envie essa música para um amigo

Album: Micróbio Vivo (2012)
Gravadora:
Ano: 2012
Faixa: 12
  • publicidade