foto

Seca Malvada

Adenaldo e Agnaldo

A chuva que demora
Tenho que ir embora
Quando abrir essa carta
Você vai saber, amor não chora

Eu já estou na estrada
Já tô longe de casa
Tudo que eu levo é coragem
A dor da saudade, seca malvada

Eu só queria a riqueza
De ter sobre a mesa o pouco que plantei
Como colher na cidade a dignidade
Que eu tanto sonhei

A solidão é a seca no chão
Que só faz os meus olhos chover
Meu coração de luar de sertão
Quer um dia voltar pra você

Eu já estou na estrada
Já tô longe de casa
Tudo que eu levo é coragem
A dor da saudade, seca malvada

Eu só queria a riqueza
De ter sobre a mesa o pouco que plantei
Como colher na cidade a dignidade
Que eu tanto sonhei

A solidão é a seca no chão
Que só faz os meus olhos chover
Meu coração de luar de sertão
Quer um dia voltar pra você [2x]

A chuva que demora
publicidade
publicidade