fotos de 3030

3030

Rap

Prato Cheio (feat. Gali)

3030

Hã, intensidade nas rimas é um prato cheio pra vida
Se quer cidade grande é uma ilha
É um prato cheio pra intriga
Beco ladera, desço vidiga
Sei que o meu guia tá de vigia
Em cima da laje as luzes da cidade
Bebo mais uma pra ficar até tarde
Eu sei, é um prato cheio pras minas
Sempre tem um drug dealer na quadrilha
Sempre tem um show pra fazer correria
Outra lei no ring, rap, arnaquia
Geral diferente cada um com sua essência
Filho do Brasil honrando minha descendência
Flow boladão tipo sem paciência
Mexe com o errado toma advertência
Eu sei é um prato cheio pra briga
É um fato rio é guerrilha, trago a de lei, prata, matilha
Fala pro dj por som da familia, que o bonde é lazer
Sem simpatia, bonde é contexto fechado com os cria
Morro e asfalto fechado na trilha
Nós é o pesadelo dos mente vazia, eu sei (uh)

Pra viver mais um dia eu peço proteção
Correndo sem perder o chão
Respeito em qualquer área e consideração meus mano tem
Esses comédia não

Difícil amar o inimigo, rimas te põem de castigo
Surdo cegos falando demais e fingindo que entendem o que eu digo
Problemas me seguem e as panelas fervem
Deus é mais
Deus é mais
Deus é mais

Vivendo mais um dia normal na cidade do caos
Sujeira nesse mundo superficial, explanando poesia marginal
Mas eu sei que eu tô bem, tem prato na minha mesa
Tô cheio de conta, mas eu sei que tô bem
Cheio de problema, quem disse que isso conta
Eles querem por meu limite, eu tô sem
Sei que tá bom bombom
Vejo eu não quero ser parte dessas leis de ninguém
Eu vou derrubar esses reis de ninguém
Não sou peça de xadrez deste guem
Eu sou erro que no fim dá certo
Os meus mano são pano igual a mim
Meus versos são armas e bombas, pedras
Estilhaços pro seu sistema palhaço eu sou assim
Coração de aço pra envolver
A massa perdendo em meu caminho
Sou nascido pra subconverter, então

Pra viver mais um dia eu peço proteção
Correndo sem, perder o chão
Respeito em qualquer área e consideração meus mano têm
Esses comédia não

Difícil amar o inimigo, rimas te poem de castigo
Surdo cegos falando demais e fingindo que entendem o que eu digo
Problemas me seguem e as panelas fervem
Deus é mais
Deus é mais
Deus é mais


Prato Cheio
Album: Prato Cheio
Gravadora: Novo Egito
Ano: 2017
Faixa: 1
  • publicidade