buscar

Zezé Di Camargo e Luciano

estilos: Sertanejo, Romântico

Tempo Perdido

Quando o amor passar da hora de terminar,
qualquer sentimento e por obrigação.
Transa só por transar, pensamento noutro lugar,
o beijo na boca não tem mais paixão.
O corpo não mente, a alma não sente não sabe como enganar,
no espelho dos olhos ta escrito não da.

Só o silencio ficou entre nos,
a indiferença calou nossa voz,
o nosso amor foi ficando esquecido.

Só a tristeza sorriu pra nós dois,
a felicidade ficou pra depois,
pena que tudo foi Tempo Perdido.

Transa só por transar, pensamento noutro lugar,
o beijo na boca não tem mais paixão.
O corpo não mente, a alma não sente não sabe como enganar,
no espelho dos olhos ta escrito não da.

Só o silencio ficou entre nós,
a indiferença calou nossa voz,
o nosso amor foi ficando esquecido.

Só a tristeza sorriu pra nós dois,
a felicidade ficou pra depois,
pena que tudo foi Tempo Perdido.

Só o silencio ficou entre nós,
a indiferença calou nossa voz,
o nosso amor foi ficando esquecido.

Só a tristeza sorriu pra nós dois,
a felicidade ficou pra depois,
pena que tudo foi Tempo Perdido.
Não foi bem assim, eu sonhei te amar.
Não foi bem assim, Foi Tempo Perdido.
Não foi bem assim, Foi Tempo Perdido.
publicidade
versão clássica © 2014
Zezé Di Camargo e LucianoTempo Perdido

Você deseja o áudio ou vídeo da música?

áudiovídeo
Terra Mobile