buscar

Zezé Di Camargo e Luciano

estilos: Sertanejo, Romântico

Quando Fica Sem Noção

Estrada que trafego em meus sonhos,
Olhar que me envolve por inteiro,
Que fulmina minha mente.

Sorriso que faz qualquer ser humano
Ficar meio louco, inconsequente,
Que inunda corações,
Feito rio de água corrente

Assim carrego o seu amor em mim,
Alimento que navega pelas veias do meu corpo.
Eu sou o refúgio desse amor que brota
Todo dia, toda hora,
Feito faca que me corta quando você vai embora.

Eu sou um oceano de paixão,
Chuva que encharca o chão,
Lágrimas que caem do céu.
Eu sou um grito da sua loucura
Abelha que procura
A doçura do seu mel.

Eu sou a consequência do seu ato
A loucura, o barato,
Quando fica sem noção.
Eu sou o tempo que trás ventania
A razão da alegria dentro do seu coração.

Assim carrego o seu amor em mim,
Alimento que navega pelas veias do meu corpo.
Eu sou o refúgio desse amor que brota
Todo dia, toda hora,
Feito faca que me corta quando você vai embora.

Eu sou um oceano de paixão,
Chuva que encharca o chão,
Lágrimas que caem do céu.
Eu sou um grito da sua loucura
Abelha que procura
A doçura do seu mel.

Eu sou a consequência do seu ato
A loucura, o barato,
Quando fica sem noção.
Eu sou o tempo que trás ventania
A razão da alegria dentro do seu coração.
Coração
publicidade
versão clássica © 2014
Zezé Di Camargo e LucianoQuando Fica Sem Noção

Você deseja o áudio ou vídeo da música?

áudiovídeo
Terra Mobile