buscar

Roberto Carlos

estilos: Jovem Guarda, Romântico

Broto do Jacaré (Versão remasterizada)

Vinha deslizando em minha prancha sozinho
E falei ao ver passar por mim um brotinho
"Que bonitinha que ela é, deslizando num jacaré"

Ela me sorriu e uma coisa então
Eu tinha que fazer para chamar atenção
Abri os braços, gritei bem alto
"Deslizando num jacaré"

Mas uma onda mais forte chegou
E fora da prancha me atirou
Quase que morro, quase me afoguei
E quando voltei o broto não encontrei

A minha prancha o vento para longe levou
Bebi água salgada porque não dava pé
Peguei a prancha mas não encontrei
O broto do jacaré

Mas uma onda mais forte chegou
E fora da prancha me atirou
Quase que morro, quase me afoguei
E quando voltei o broto não encontrei

A minha prancha o vento para longe levou
Bebi água salgada porque não dava pé
Peguei a prancha mas não encontrei
O broto do jacaré, o broto do jacaré
O broto do jacaré, o broto do jacaré
O broto do jacaré, o broto do jacaré
publicidade
versão clássica © 2014
Roberto CarlosBroto do Jacaré (Versão remasterizada)

Você deseja o áudio ou vídeo da música?

áudiovídeo
Terra Mobile