buscar

Pai de Naldo sobre o filho: "Se pudesse, negaria mil vezes que ele é meu filho"

, 17h19, por Alexandre Murari
Divulgação

Com 73 anos de idade, Manoel Jorge da Silva, o pai do funkeiro Naldo, ainda trabalha em uma fábrica de lajes e afirma: "Se pudesse, negaria mil vezes que ele (Naldo) é meu filho". A informação é do jornal "Extra" que também revela a má situação financeira de Manoel.

"Não tenho mais como pagar os R$ 800 mensais (do aluguel). A casa é do meu cunhado e ele me deixou ficar até as coisas melhorarem", lamenta o senhor que, além do trabalho que lhe rende 27 reais a cada metro de laje construída, recebe uma aposentadoria de um salário mínimo.

"O máximo que Naldo fazia era levar a gente para jantar. Nunca entrei na casa dele, que tem 11 banheiros. Tive uma hemorragia digestiva há alguns meses e precisei operar. Dormi três dias no corredor de um hospital público esperando vaga", declara o pai do músico ao falar sobre o contato que tem com o filho.

E olha que a situação vai além, Seu Manoel também disse que precisou vender uma casa devido a um temporal: "Era uma chuva danada, não tinha como ficar lá dentro e não tive dinheiro para consertar. Comprei uma casa para uma filha, um terreno e um carro, que tive que devolver". 

Comentários

versão clássica © 2014
Terra Mobile